quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A suspeita e o somatório

“A suspeita é que houve erro na somatória de pontos.”

A frase em questão suscita duas questões gramaticais. A mais aparente é a de ortografia: não há registro (oficial) do termo “somatória”, muitas vezes grafado no lugar da forma correta, “somatório”.

Sim, a palavra é masculina. O conjunto de somas (ou a soma dos resultados de várias somas) chama-se “somatório”.  A palavra é masculina, como “relatório”, “interrogatório”, “repertório” etc.

O segundo problema a comentar está no modo verbal. O substantivo “suspeita”, dado o seu valor semântico, requer na oração complementar o modo subjuntivo, que melhor exprime a ideia de incerteza: “a suspeita é que tenha havido erro” A forma “houve”, do modo indicativo, exprime certeza: “o fato é que houve erro”.

É bom lembrar que certos mecanismos de redundância, como a concordância e o emprego do modo verbal que reafirma o valor semântico dos nomes, pertencem ao sistema da língua portuguesa, são característicos, portanto, do nosso idioma.

Abaixo o fragmento corrigido:

A suspeita é que tenha havido erro no somatório de pontos.

 Por Thaís Nicoleti, via UOL Educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: