sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

III CONGRESSO INTERNACIONAL DE LEITURA E LITERATURA INFANTIL E JUVENIL & II FÓRUM LATINO-AMERICANO DE PESQUISADORES DE LEITURA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO

CÁTEDRA UNESCO DE LEITURA PUC-RIO

Data: 09, 10 e 11 de maio de 2012

Local: PUCRS – Porto Alegre – Brasil

Coordenadoras:

Dr. Vera Teixeira de Aguiar (PUCRS)

Dr. Eliana Yunes Garcia (PUCRio / Cátedra UNESCO)

Clientela: Professores, pesquisadores, especialistas e estudantes de Letras e áreas afins


PROGRAMAÇÃO PROVISÓRIA
Quarta, 9 de maio de 2012
14h – 15h30 Palestra de Abertura

Pesquisa na literatura; planejamento da cultura: rumos possíveis, rumos caducos, novos rumos?

            Elias José Torres Feijó (Universidade de Santiago de Compostela) 
15h30 – 16h Intervalo

16h – 17h30 Grupos de Reflexão (círculos de debates temáticos com moderadores)

17h30 – 19h Atividades Culturais

19h30 – 21h Simpósios (apresentação de trabalhos com coordenadores)


Quinta, 10 de maio de 2012  

14h – 15h30 Mesa-Redonda

            Condições para a formação de mediadores de leitura             Laura Athie ou Luz Chapela (México)             Beatriz Robledo (Colombia)             Mediação: Rubén Perez-Buendía ( PUCR- Rio / Cátedra UNESCO) 
15h30 – 16h Intervalo

16h – 17h30 Grupos de Reflexão (círculos debates temáticos com moderadores)

17h30 – 19h Atividades Culturais

19h30 – 21h Simpósios (apresentação de trabalho com coordenadores)


Sexta, 11 de maio de 2012  

14h – 15h30 Mesa-Redonda

            A leitura literária hoje
Carlos Reis (Universidade de Coimbra)

Affonso Romano de Sant’Anna (Escritor)

15h30 – 16h Intervalo

16h – 17h30 Sessão de Apresentação da Cátedra Unesco de Leitura 

17h30 – 19h Atividades Culturais

19h30 – 21h Conferência de Encerramento

            José Castelo (Escritor) 
 
 

SIMPÓSIOS

Espaços para inscritos na apresentação de trabalhos sobre um tema definido: 

1. Leituras tecnológicas: novos suportes ao texto literário 

Coordenação: Patrícia Constâncio (AMEL/SC) e Vera Wannmacher Pereira (PUCRS)

Sinopse: As novas tecnologias vêm permitindo abordagens diferentes nos modos de produção, distribuição e recepção do texto literário. A utilização de interfaces e espaços virtuais como blogs, redes sociais e aplicativos para leituras móveis pode transformar o ato de ler ou apenas oferecem novas possibilidades para se aumentar o contingente de leitores? Este simpósio tem o objetivo de apresentar e discutir a literatura no contexto da chamada Revolução Digital.


2. Performance poética e provocação ao leitor

Coordenação: Marly Amarilha (UFRN) e Henrique Rodrigues (PUC-Rio)

Sinopse: O simpósio traz à discussão as intervenções poéticas que, mesclando a palavra a diferentes modalidades de expressão (como teatro, artes plásticas, música), buscam levar o leitor ou espectador de uma suposta normalidade para o mundo da arte. A cultura deixa de ser uma realização em si mesma e se insere no cotidiano das pessoas, dialogando com as propostas do happening e da arte conceitual na contemporaneidade. O leitor/espectador pode/deve/quer ser provocado?


3. O corpo e a voz no ato da leitura: perspectivas históricas

Coordenação: Emmanuel  Marinho (UFGD/MS) e Maria Tereza Amodeo (PUCRS) 

Sinopse: Especialmente nas sociedades ágrafas, o corpo e a voz estiveram presentes no ato de contar. Considerando que a leitura só começou a ser realizada de forma silenciosa com Santo Agostinho, as práticas de leitura eram cantadas e contadas. A despeito da leitura silenciosa, há uma recente revalorização do ato de contar – a chamada contação de histórias, com métodos próprios e técnicas específicas. Que lugar, hoje, a voz e o corpo exercem na leitura?


4. Livro infantil antes da alfabetização: as primeiras leituras 

Coordenação: Ana Elisa Ribeiro (CEFET/MG) e Renata Junqueira (UNESP)

Sinopse: Há  uma série de obras sendo produzidas para crianças que  ainda não dominam os códigos lingüísticos. Mais que um segmento de mercado, esses livros têm características formais específicas, requerendo atividades lúdicas, táteis, visuais e sonoras. Como esse leitor não alfabetizado se desenvolve? A qualidade e quantidade de leitura dessa fase configuram o leitor adulto? O simpósio trará essa e outras discussões sobre esse assunto.


5. O adolescente e a literatura: performance crítica na cultura juvenil

Coordenação: Zila Letícia Goulart Pereira Rego (UFP) e Flávio Carneiro (UERJ)

Sinopse: Indicadores como o IDEB têm revelado que os resultados obtidos pelos alunos no Ensino Médio são os piores do país. Por outro lado, esse leitor adolescente, imerso em questões próprias do seu mundo, tem lido mais livros do que se supõe. Entre best-sellers sobre vampiros ou aventuras em mundos fantásticos, de que forma as escolhas do leitor jovem reflete não só as listas de mais vendidos, mas também um olhar crítico sobre a cultura? Como a escola, onde se dá o ensino formal de literatura, se posiciona diante dessa realidade?


6. Políticas de leitura municipais e estaduais: relatos de experiência

Coordenação: Alice Áurea Penteado Martha (UEM) e Eliane Debus (UFSC)

Sinopse: Nos últimos anos, inúmeros projetos e programas de fomento à leitura têm sido implementados no Brasil. Nesse simpósio, serão compartilhadas experiências e apresentados os diferentes resultados obtidos nas instâncias estaduais e municipais. 


7. O jornalismo literário e a produção contemporânea

Coordenação: Evando Batista Nascimento (UFJF) e Flávio Garcia (UERJ)

Sinopse: Como o espaço para a crítica literária está praticamente ausente dos grandes meios de comunicação, o jornalismo cultural - especificamente o literário – tem buscado alternativas para analisar e apresentar a produção literária contemporânea. É fato que nunca se publicou tantos livros no país. Desse modo, como e por onde esse volume de obras tem sido divulgado?


8. Bibliotecas públicas, escolares e comunitárias: espaços midiáticos

Coordenação: Maria das Graças Paulino (UFMG) e Henrique Silvestre Soares (UFAC)

Sinopse: As bibliotecas se transformaram em espaços que reúnem não só publicações impressas para empréstimo e consulta, mas também centros de pesquisa que congregam todas as formas de mídia atuais. O simpósio busca discutir de que forma se dá essa múltipla dinâmica da biblioteca do século XXI, ao mesmo tempo em que ela se mantém como espaço privilegiado de aquisição de informação e conhecimento.


9. Intervenções literárias: estratégias de leitura

Coordenação: Maria Teresa Gonçalves Pereira (UERJ) e Aldo de Lima (UFPE)

Sinopse: A apresentação da literatura em espaços públicos requer estratégias específicas para abordar o leitor. Em vez de esperar que as páginas sejam abertas, o texto literário sai à cata do leitor, tomando-o de assalto. No simpósio, serão tratadas metodologias de seleção e preparação de textos, de modo que a literatura chegue justamente em espaços e ocasiões onde não estaria normalmente. 


10. A contação de histórias como performance

Coordenação: Valéria Medeiros (UFT) e Diógenes Buenos Aires de Carvalho (UEMA)

Sinopse: É notório que, nas últimas décadas, a tradicional prática de narrar histórias oralmente vive um novo boom. Em diversas regiões do mundo a contação é realizada com diferentes técnicas, mas mantendo as possibilidades que a oralidade e o corpo suscitam. O simpósio irá discutir técnicas e modos de se realizar essa performance, além de serem relatadas experiências na área.


11. Experiências de narrativas transmídia: uma avaliação

Coordenação: Ebe Maria de Lima Siqueira (UEG) e Sérgio França (Record)

Sinopse: Muito tem se falado sobre as possibilidades de se criar narrativas em diferentes meios. A comunicação por diversas plataformas, com a intenção de transmitir uma mensagem, história ou idéia, com a possibilidade de o receptor interagir e se tornar também um criador, é vista como uma nova forma de expressão. Trata-se de uma forma inovadora de se narrar ou uma nova ferramenta de marketing? Os leitores/receptores se tornam de fato escritores de literatura ou apenas preenchem lacunas pré-estabelecidas na cadeia de consumo? O simpósio propõe avaliar exemplos de resultados dessa vertente, com enfoque no produto artístico resultante do processo das narrativas transmídia.


12. Leitura de telenovela: fetiche e consumo

Coordenação: Rogério da Silva Lima (UNB) e Lídia Cavalcante  (UFC)

Sinopse: A telenovela é a forma narrativa mais consumida no Brasil e no restante da América Latina. Como produto televisivo, está sujeita a leis de mercado e índices de audiência. Nota-se, no entanto, que ultimamente elas contemplam questões sociais em determinados núcleos, voltadas para estimular a solidariedade e compreender as diferenças. Como esse arcabouço narrativo influi nas práticas cotidianas dos espectadores/consumidores? Quando uma novela termina, vai-se também a mensagem “social” que se tentou imprimir ou se percebe alguma mudança efetiva? O simpósio abordará de forma crítica essas e outras questões ligadas à teledramaturgia.


GRUPOS DE REFLEXÃO

Espaços de debates sobre questões abertas pelo público, a partir dos temas:

1. Novas tecnologias e a leitura

Coordenação: Fabiane Verardi Burlamaque (UPF) e Carlos Klimck (UFJF)


2. Corpo e voz no ato de leitura

Coordenação: Celso Sisto (Escritor/Ilustrador) e Ana Lú (Pesquisadora/Fonoaudióloga)


3. Livro infantil na pré-escola

Coordenação: Cristine Zancani (FAPA) e Maria Afonsina (UESB)


4. Adolescente e a literatura

Coordenação: Rosane Cardoso (UNISC) e José Luiz Ceccantini (UNESP)


5. Políticas municipais de leitura

Coordenação: Maria Aparecida Paiva (UFMG) e Ana Dourado (F. ABRINQ)


6. Bibliotecas públicas escolares e comunitárias

Coordenação: Flávia Brocheto Ramos (UCS) e Lúcia Fidalgo (UFF)


7. Estratégias de leitura

Coordenação: Maria Zaíra Turchi (UFG) e Francisco Gregório Filho (FBN)


8. A escrita como prática de leitura

Coordenação: Maria do Socorro Rios Magalhães (UESPI) e Goiandira Ortiz (UFGO)


9. Linguagens de imagem: cinema, foto, pintura, quadrinhos

Coordenação : Paula Mastroberti (Escritora/Ilustradora) e Oswaldo (PUC-Rio)


10. Leitura da cidade, leitura do mundo

Coordenação: Ricardo Oiticica (PUC-Rio) e Helder Pinheiro (UFCG)


CURSOS PARALELOS

1. Literatura e cultura: novas linhas de pesquisa e transferência de resultados (Pós - Graduação) 

Elias José Torres Feijó (Universidade de Santiago de Compostela) 


2. Formação de Agentes de Leitura: novas práticas de e nossa função (Graduação)

Nilza Rezende (Cátedra Unesco) e Jéferson Assumção (SEDAC- RS)
 
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: