quinta-feira, 12 de maio de 2011

Vícios do futebolês

1)    CLICHÊS
São expressões batidas e repetitivas que empobrecem o estilo. Evite:
1.    Ao apagar das luzes, o Palmeiras conseguiu dar a volta por cima e, finalmente, fez as pazes com a vitória.
2.    O dirigente respondeu em alto e bom som.
3.    Via de regra, esse tipo de notícia estoura como uma bomba na federação.
4.    É preciso aparar as arestas e chegar a um denominador comum.
5.    Foram dar o último adeus ao companheiro, mas foram obrigados a dizer cobras e lagartos para o administrador do cemitério.
6.    A explicação do técnico deixou a desejar.
7.    Nada vai empanar o brilho da sua conquista.
8.    Sua contratação veio preencher uma lacuna.
9.    Pretendem encerrar o torneio com chave de ouro.
10.    O atacante estava completamente impedido.
11.    O todo-poderoso Manchester United perdeu para um desconhecido clube da terceira divisão.
12.    A festa não tem hora para acabar, mas amanhã o carioca volta à dura realidade.
13.    São imagens impressionantes que nos deixam uma lição de vida.
14.    Mas nem só de gols vive o atacante.
15.    O brasileiro finalmente poderá realizar o sonho do hexacampeonato.
16.    Resta saber se a direção do Flamengo vai pôr a ideia em prática.
17.    Bandidos fortemente armados invadiram o banco e transformaram o saguão numa verdadeira praça de guerra.
18.    As torcidas transformaram a arquibancada num verdadeiro caos.
19.    A Arena da Baixada virou um verdadeiro caldeirão.
20.    As ruas viraram verdadeiros rios, e o barco era o único meio de transporte.
21.    E o Atlético continua sua via crucis.
22.    A fúria da natureza deixou um rastro de destruição.
23.    O craque foi recepcionado por um batalhão de repórteres e cinegrafistas.
24.    A ousadia dos traficantes não tem limites.
25.    Para você ter uma idéia, foram sete pênaltis a favor em dez jogos..
26.    Cinco times ainda lutam para fugir do fantasma do rebaixamento.
27.    Neste ano, o título bateu literalmente na trave.
28.    Estava literalmente impedido.
29.    Muricy, durante a entrevista, estava literalmente sem saco.
30.    O Vasco adentra o campo de jogo.
31.    Com esta vitória, ele está carimbando o passaporte para o Mundial.
Clichê é o mesmo que chavão ou lugar-comum. Deve ser evitado para não caracterizar pobreza de estilo. Observe mais exemplos: acertar os ponteiros, rota de colisão, monstro sagrado, lenda viva, apertar os cintos, bola da vez, chover no molhado, cair como uma luva, de mão beijada, divisor de águas, página virada, tecer comentários, requintes de crueldade, vias de fato, tiro de misericórdia, agradável surpresa, calor senegalesco, ente querido, inteiro dispor, obra faraônica, sonho dourado, precioso líquido, profissional do volante, soldado do fogo, tapete verde, sonho vira pesadelo, pessoa humana, fazer o dever de casa, faz parte…
REDUNDÂNCIAS
Devem ser evitadas. Use apenas quando houver a intenção de ênfase:
1. “O empate acabou acontecendo no intervalo entre as expulsões.” (= Basta: “O empate acabou acontecendo entre as expulsões”);
2. “Deve usar dados estatísticos para consultas e pesquisas, como, por exemplo, o total de gols marcados na última Copa do Mundo.” (= Basta: “…como o total de gols marcados na última Copa do Mundo”);
3. “Ele acha que a atleta está sendo muito exigente consigo mesma.” (= Basta: “Ele acha que a atleta está sendo muito exigente consigo”);
4. “O técnico vai manter o mesmo time no jogo contra o Vasco.” (= Basta manter o time);
5. “O contrato foi assinado com o consenso de todos os envolvidos.” (= Basta consenso dos envolvidos);
6. “Foi contratado para ser a ponte de ligação da defesa com o ataque.” (= Basta: “Foi contratado para ser a ponte ou fazer a ligação …”);
7. “Não foge ao fato concreto de que sem Ronaldo não poderia nem sonhar.” ( fato real, fato verídico, fato acontecido também são redundâncias – basta dizer fato);
8. “Há muito tempo atrás, li num jornal.” (= Basta: “Há muito tempo, li num jornal”);
9. “Ele, nas duplas, não perdeu nem um set sequer.” (= Basta: “Ele, nas duplas, não perdeu um set sequer”);
10. “Fernando Henrique fez uma previsão otimista para o futuro.” (=Basta: “…fez uma previsão otimista”);
11. “O resultado do laudo, realizado pela Unicamp, será fornecido em uma semana.” (= Basta: “O laudo, realizado pela Unicamp, será…”);
12. “Esta cerca divide a Coreia em duas metades.” (= Basta: “…divide a Coreia em duas” ou “divide a Coreia ao meio”);
13. “O atacante tem de encarar de frente os zagueiros” (= Basta: “…encarar os zagueiros”).
E alguns ridículos: subir para cima, descer para baixo, entrar para dentro, sair para fora, ambos os dois, hemorragia de sangue, dar marcha a ré para trás, trens ferroviários, localizado a 50m do local, empréstimo temporário, ganhe grátis, protagonista principal, metades iguais, evidência concreta …
Dúvidas:
1.    O árbitro mandou repetir de novo a cobrança do pênalti;
2.    O contrato foi prorrogado por mais dois anos.
3.    A grande maioria é favor da sua contratação.

Fonte: G1
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: